Postado em 24 de Fevereiro às

Alimentação saudável na adolescência!

Notícias (93)
Quanty Vitta - A Revenda de Produtos Naturais que mais cresce no Brasil A adolescência constitui a última fase do período de crescimento e desenvolvimento do ciclo vital, sendo caracterizada por intensas...

A adolescência constitui a última fase do período de crescimento e desenvolvimento do ciclo vital, sendo caracterizada por intensas transformações anatômicas, fisiológicas e psicológicas. A nutrição dos adolescentes para que se promova o crescimento adequado deve ser apropriada, saudável, balanceada em quantidade e qualidade de nutrientes.
Atualmente, o comportamento social do adolescente propicia o desenvolvimento de hábitos e estilos de alimentação que podem não ser nutricionalmente saudáveis. Refeições com ritmos irregulares, mal balanceadas, consumo excessivo de calorias vazias e dietas da moda podem contribuir para a má alimentação na adolescência. Da mesma forma que na infância, esse período pode, também, marcar o início de hábitos alimentares indesejáveis e que se perpetuam durante a fase adulta. De maneira geral, sabe-se que as necessidades de vitaminas e de minerais estão aumentadas na adolescência.
Comer bem não é o mesmo que comer muito ou pouco. Cuidar do corpo que cresce é aprender a escolher melhor os alimentos para manter um equilíbrio nutricional entre ganhos e perdas calóricas, com os extras necessários para garantir o aumento da velocidade de crescimento, que é a característica do estirão puberal. As sensações de fome e saciedade e as diferenças entre apetite, gula e voracidade podem servir para estimular a própria curiosidade do adolescente a respeito dos grupos de nutrientes e de como adequar sua rotina para conseguir uma alimentação saudável, balanceada e agradável ao paladar.
Desequilíbrio no balanço entre a ingestão e o gasto de energia nesta fase causa impacto sobre a saúde dos adolescentes e problemas como excesso ou perda de peso, desnutrição aguda e crônica, anorexia nervosa, bulimia nervosa, sobrepeso, obesidade, aterosclerose, hipertensão arterial e aumento do número de recém-nascidos de baixo peso em mães adolescentes.
Vitaminas, minerais e outros componentes dos vegetais são essenciais para a saúde. Por exemplo, a fibra contribui para o trânsito através do sistema digestivo e reduzir os níveis de colesterol no sangue, vitaminas e minerais ajudam a manter a boa saúde, e fotoquímicos têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórios. Eles promovem uma boa digestão de outros nutrientes, aumento do volume intestinal, o que ajuda a controlar o apetite.
Todos os vegetais contêm muitas vitaminas, minerais e todos são importantes em sua dieta diária, principalmente na adolescência.

Veja também

Oficina de Culinária QuantyVitta! 24/02 A revendedora por catálogo da QuantyVitta e psicóloga, Ariane Spanholi Vigolo realizou uma Oficina de Culinária Saudável com produtos Quanty Vitta no final do mês de Agosto de 2016. O evento faz parte do Curso de Reeducação Alimentar e Emocional – Ano 2016, realizado pela Vigorar Cursos de Salto Veloso/SC em conjunto com a Nutricionista Srta. Marina Werner. O......
Conheça a revendedora Irene Sanches!24/02 “Eu sou Irene Sanches tenho 66 anos, moro em Guarulhos, São Paulo, há cinco anos tive uma depressão e comecei a tomar remédios para controlar. Quando meu filho, Thiago Sanches, descobriu a QuantyVitta, tudo mudou. Eu conheci......
Lecitina de soja14/12/17 Componentes A soja é rica em proteínas, possui isoflavonas e outras substâncias capazes de atuar na prevenção de doenças crônico-degenerativas. As isoflavonas têm capacidade de normalizar os......

Voltar para NOTÍCIAS